Publicação

Voltar

maio
10

EVENTO DA WFARIA REÚNE ESPECIALISTAS, EMPRESAS E AUTORIDADES EM BUSCA DE EXCELÊNCIA EM COMPLIANCE

Mais de 160 pessoas participaram do 1st Compliance and Internal Investigation Meeting, manhã de palestras e debates organizada pela WFaria Advogados na última quinta-feira (1º). Executivos, advogados, especialistas e profissionais da imprensa se reuniram no hotel Grand Mercure Ibirapuera, em São Paulo, para discussões de alto nível sobre melhores práticas em compliance, investigação interna e políticas anticorrupção. “A WFaria é muito grata aos executivos que a confiam com sua admiração, e entende que ser líder em uma área vem com a responsabilidade de estimular o debate e promover constante renovação do conhecimento”, disse o sócio fundador da WFaria Wilson De Faria, em discurso de apresentação do evento. Ricardo Zuniga, cônsul-geral dos EUA no Brasil, fez o pronunciamento de abertura. “Nos últimos 20 anos, o papel do compliance evoluiu. Não há dúvida de que monitorar compliance em escala global é difícil. Mas isso não é desculpa”, disse ele. “O papel dos EUA é compartilhar nossa experiência e dar apoio a programas como este organizado hoje”. O cônsul também falou sobre o impacto negativo da corrupção sobre a atividade econômica global e destacou o potencial especialmente destrutivo dessas práticas ilegais sobre as economias emergentes, abalando a confiança de mercados, governos e populações. “Somos todos vítimas da corrupção”, lamentou. Daniel Ackerman, oficial do Departamento de Justiça dos EUA em São Paulo, participou do primeiro painel do dia, que discutiu o cenário da legislação anticorrupção brasileira e americana. “Compliance não deveria ser visto como um custo. Compliance é um centro de lucratividade e é triste que algumas companhias tenham uma visão limitada sobre a sua importância”, afirmou Ackerman. Alessandra Gonsales, sócia da WFaria especializada em políticas anticorrupção, reforçou a necessidade de implantar políticas efetivas de ética empresarial, e não apenas falar sobre elas em ações de comunicação. “Muitas companhias têm programas de compliance, mas ainda há muito trabalho a ser feito”, disse ela. Para saber sobre o conteúdo dos outros painéis do evento e ver todas as fotos, acompanhe as páginas da WFaria no Facebook e no LinkedIn!